0
  Login
Campo Bom terá castramóvel para atender animais de rua

Campo Bom terá castramóvel para atender animais de rua

Sem contar com um canil municipal, a cidade de Campo Bom implantará, até março, um castramóvel para realizar procedimento cirúrgicos em animais de rua. Segundo o secretário de Meio Ambiente, João Flávio da Rosa, um dos pré-requisitos para iniciar o serviço foi o mapeamento do número e locais de maior concentração dos animais. “Começamos a fazer esse levantamento em junho do ano passado com auxílio dos agentes comunitários de saúde e chegamos ao alarmante dado e 1,5 mil animais abandonados.”

As regiões com maior concentração dos cães e gatos são os bairros Santa Maria, Quatro Colônias Norte e as zonas industriais, próximas à ERS 239. “As áreas de maior vulnerabilidade social têm maior concentração de animais. Só no bairro Imigrante Norte são mais de cem, o que torna o local prioritário para ações de fiscalização, controle populacional e de doenças”, alerta. Outros projetos estão sendo criados para a população animal. “Teremos também um centro de bem-estar animal que funcionará em um contêiner, já adquirido, que foi adaptado segundo normativa do Conselho Regional de Medicina Veterinária do RS, para abrigar salas cirúrgicas para procedimentos mais complexos e atendimento médicos.” O local terá capacidade para 20 animais.

A ambulância onde funcionará o castramóvel seria leiloada e foi recuperada, com investimento de R$ 100 mil. O trabalho está sendo feito em parceria com ONGs. Figura já conhecida entre os moradores da avenida Goiás, no bairro Imigrante Norte, o vira-lata Capitão é um dos que foram contabilizados no censo da prefeitura. Ele foi adotado pelos moradores.

 

curtir:
Reconhecimento facial para abrir portinholas dos pets

Reconhecimento facial para abrir portinholas dos pets

Se  seu bichano adora sair de um cômodo só para te irritar. Agora não precisa mais ficar controlando a entrada: a Microsoft, em uma demonstração de seu sistema operacional para a Internet das Coisas (ou Internet of Things — IoT), o Windows 10 IoT Core, exemplificou a montagem de uma estrutura para reconhecimento facial dos animais de estimação.

Brincadeiras à parte, esse esquema pode mesmo ser útil para os pets transitarem livremente, de forma mais segura. A porta foi equipada com uma webcam, sensores infravermelhos de movimento,  motores, um software de identificação e uma mini placa-mãe Minnowboard Max, ambos de baixo custo e código aberto.

Quando o animalzinho quer entrar, ele dispara a varredura de movimentos, que então liga a câmera. Ela registra a face e consulta a biblioteca livre OpenCV, treinada para encontrar detalhes cadastrados de seu felino ou cãozinho. Se as informações baterem, então ele fica liberado para passar.

A ideia é, claro, mostrar para desenvolvedores e entusiastas o poder e a simplicidade do Windows 10 IoT Core, que pode então ser customizado para diversas outras experiências.

curtir:
Gatinho com câncer ganha uma segunda chance

Gatinho com câncer ganha uma segunda chance

Mickey era um gatinho abandonado e faminto. A parte branca de suas orelhas sangrava e estava coberta de moscas. Ele teve câncer de pele  devido ao forte sol do Sul da Califórnia (EUA)

 

O Hospital Veterinário Matilija removeu a parte cancerosa das suas orelhas, o que o fez ter a aparência do personagem Mickey Mouse. No momento da cirurgia, o gato estava muito anêmico em decorrência perda de sangue causada pelo câncer e de parasitas como vermes e pulgas.

Uma alimentação nutritiva também foi uma parte importante de sua recuperação, informou o I heart cats.

 

Atualmente, Mickey vive no Greyfoot Cat Rescue & Sanctuary e mostra sua personalidade brincalhona e suas gengivas e orelhas são rosados. As orelhas se recuperaram e ele está pronto para encontrar uma família amorosa.

“Mickey é um dos 350 gatos e gatinhos que resgatamos em um ano. A maioria de nossas doações vai diretamente para os custos veterinários para castrar/esterilizar, microchip, vacinas e teste de FeLV / FIV. As generosas doações de alimentos do Rescue Bank possibilitam que nossa organização ajude mais gatos em necessidade”, declarou o Greyfoot Cat Rescue & Sanctuary.

curtir: