0
  Login
Nintendo e os clássicos: Link’s Awakening na Switch e muito mais

Nintendo e os clássicos: Link’s Awakening na Switch e muito mais

A Nintendo está a preparar uma série de lançamentos de peso para este ano. No vídeo promocional foi anunciado que alguns dos clássicos mais jogados nas consolas antigas vão estar disponíveis para a Nintendo Switch, por exemplo o clássico Link’s Awakening (da saga Zelda) feito originalmente para o Game Boy.

O vídeo abre em grande com uma demonstração do novo Mario Maker, que, caso fosse o único anúncio do dia, deixaria os fãs suficientemente satisfeitos. Mas a Nintendo não ficou por aqui. Embora tenha sido mostrado em último lugar, foi o remake do jogo Link’s Awakening que causou mais burburinho entre os fãs por trazer uma versão 3D deste clássico para o Game Boy.

Foi anunciado igualmente um novo jogo chamado Astral Chain, no qual teremos a oportunidade de controlar duas personagens simultaneamente e lutar em batalhas frenéticas com robôs. Depois de The Wonderful 101, Bayonetta e Nier, a Platinum Games traz-nos mais uma das suas produções ambiciosas.

E se o conceito de battle royale chegasse ao Tetris? Sim, chegou, e vamos poder jogá-lo contra 99 outras pessoas e participar em competições de arena para ver quem faz melhores combinações de blocos.

Foram também apresentados os novos heróis do jogo Fire Emblem: Three Houses, com os quais vamos poder formar alianças e/ou ser traídos. A Nintendo guardou um pouco de drama para apimentar este anúncio, uma vez que foi feito um dia antes do Dia dos Namorados. O amor está no ar e algumas flechas também.

Podemos esperar pelo lançamento do novo RPG chamado Oninaki, que nos traz uma história original, feito pelos estúdios da Back-To-Basics. Teremos oportunidade de jogar o Dragon Quest 11 S e o DQ Builders 2, que sairão no verão e outono deste ano. Foi anunciada o Rune Factory 4 Special (uma remasterização do clássico Nintendo) e ainda que o RF5 está neste momento em desenvolvimento, embora não haja previsão de lançamento.

Por fim, foi anunciado o Final Fantasy VII, que será lançado no final de março, e o Final Fantasy IX, que já está disponível. É uma ótima oportunidade para os fãs da Nintendo relembrarem e/ou conhecerem alguns dos grandes hits desta saga, que marcaram várias gerações de gamers.

Poderemos ainda contar com o lançamento de outros jogos como BOXBOY! + BOXGIRL, Bloodstained: Ritual of the Night, Yoshi’s Crafted World, Captain Toad: Treasure Tracker, Marvel Ultimate Alliance, Daemon X Machina, Disney Tsum Tsum Festival, entre outros.

curtir:
Apex Legends, potencial rival de Fortnite consegue dez milhões de utilizadores em três dias

Apex Legends, potencial rival de Fortnite consegue dez milhões de utilizadores em três dias

A Electronic Arts está a apostar num rival do Fortnite onde combina elementos do The Hunger Games com Minecraft. Apex Legends conquistou dez milhões de contas em três dias

Apex Legends é o nome do rival do Fortnite que a Electronic Arts lançou no mercado. Neste título, 60 jogadores são deixados numa ilha e têm de combater uns contra os outros para sobreviver. Na quinta-feira passada, a EA anunciou ter mais de um milhão de jogadores em simultâneo e na sexta-feira o jogo foi o mais visto no Twitch, noticia a Reuters.

Fenómenos como Fortnite e PUBG apoiados pela chinesa Tencent têm forçado as editoras a reinventar-se ou a correr atrás do prejuízo para conseguir mais jogadores. Estes dois jogos popularizaram o modo battle royale com dezenas de jogadores online em simultâneo. A Electronic Arts acredita que a decisão de não ter este modo implementado no Battlefield V levou à venda de menos cerca de um milhão de unidades.

Agora, Apex Legends pode revelar-se uma cartada de sucesso. Conseguiu em três dias o mesmo número de utilizadores que o Fortnite conquistou em duas semanas depois do seu lançamento. A editora espera conseguir mais 100 milhões de dólares em receitas no ano fiscal que termina em março de 2020, graças a este jogo.
curtir:
10 dos melhores videojogos que estreiam em fevereiro

10 dos melhores videojogos que estreiam em fevereiro

Jump Force junta personagens das mais populares séries de anime das últimas décadas e Far Cry: New Dawn explora o mundo pós apocalíptico que resultou de Far Cry 5. Mas há mais jogos em linha, como Anthem ou The Occupation.

Depois de um mês em que a indústria dos videojogos nos deu Kingdom Hearts 3 – um dos jogos mais esperados da última década – fevereiro promete manter a fasquia da qualidade ao mesmo nível. Ao longo dos próximos 28 dias, poderá esperar a estreia de títulos como Far Cry: New Dawn, Ape Out e o muito aguardado Anthem.

O primeiro grande nome a chegar ao mercado vai ser Trials Rising. A proposta foi desenvolvida pela Ubisoft e baseia-se nos desafios de perícia de motocross que fizeram escola nos sites de minijogos de outros tempos. Depois disso, a 15 de fevereiro, estreia Crackdown 3, um jogo de ação e aventura, exclusivo Microsoft, cuja data de lançamento inicial estava marcada para 2016. Os sucessivos adiamentos aumentaram as expectativas do público e o jogo deverá reunir as atenções dos jogadores de Xbox One e PC.

Apesar de recheado de jogos que se antevêem de qualidade, Anthem é a jóia da coroa de fevereiro. O jogo, desenvolvido pela BioWare e publicado pela Electronic Arts, é um RPG que vai colocar os utilizadores num mundo aberto repleto de tecnologia futurista, mas dominado por biomas selvagens. Nesta aventura, os jogadores têm de vestir a pele de um grupo de “soldados”, que cruza este planeta ficcional com o objetivo de impedir que outras ameaças perturbem a ordem natural das coisas.

Para conhecer 10 dos jogos mais promissores que vamos poder jogar em fevereiro, consulte a galeria abaixo.

curtir:
Nintendo Switch pode receber um novo modelo de console em 2019

Nintendo Switch pode receber um novo modelo de console em 2019

Apresentada em janeiro de 2017 a consola Nintendo Switch foi um autêntico caso de sucesso em todo o mundo. Agora que a o período de maior procura já acalmou, a gigante nipônica estará já a preparar um novo modelo para 2019.

Entretanto, a Switch sagrou-se como campeã de vendas nos Estados Unidos da América em 2018, de acordo com os indicadores avançados pela VentureBeat. Já a nível de jogos, foi o Super Smash Bros. Ultimate quem mais lucros gerou.

Uma estrondosa adesão à nova consola que valeu à Nintendo um novo recorde, superando os valores obtidos em 2009 com a Wii. Aliás, também em Portugal se sentiu a “febre” da Nintendo Switch com mais de 50 mil consolas vendidas.

A Nintendo Switch já vendeu mais de 20 milhões

Os dados foram avançados pela própria empresa, em nota à imprensa. Ademais, desde que chegou ao mercado a Nintendo Switch já vendeu mais de 20 milhões de unidades. Agora, já se fala numa nova geração para esta consola.

Celebrando agora o seu segundo aniversário, já circulam vários rumores sobre o novo modelo para 2019. Aliás, já desde meados de 2018 que começamos a ver várias fontes e sites da área a debater o lançamento do novo modelo para 2019.

Até ao momento a fonte mais credível é o WallStreetJournal. Publicação que já no ano passado noticiou a forte possibilidade de termos uma nova Nintendo Switch, um novo modelo para 2019.

Podemos ter um novo modelo da consola para 2019

Agora, surge um novo relato, cortesia da publicação LetsGoDigital e que acaba por ir ao encontro às supracitadas previsões do WSJ. De acordo com a nova fonte, teremos sobretudo melhorias no hardware e especificações do console.

Em cima da mesa está também a reprodução de conteúdos em resolução 4K (Ultra-HD). Já, por outro lado, a Nintendo deverá continuar a utilizar ecrãs IPS LCD ao invés de painéis OLED. Assim sendo, teríamos melhorias discretas.

Reforço do armazenamento interno no novo modelo para 2019

A Nintendo Switch, para 2019, apresentará melhorias ao nível do armazenamento interno. Uma necessidade que se prende com o grande volume de compras e, consequente armazenamento de dados, no interior da consola.

Fruto da boa adesão não só à consola bem como à loja de conteúdos e jogos para a Nintendo Switch. Em suma, os jogadores e consumidores estão a sentir falta de mais armazenamento que, por sua vez, gerará mais compras.

Até ao momento, este é o único ponto consensual entre todas as fontes, comunidades e meios de comunicação dedicados à Nintendo e aos seus desígnios.

Ademais, estas informações foram posteriormente avançadas pela publicação GamingIntel, reforçando os relatos prévios. De acordo com esta fonte, não sabemos se o modelo de 2019 será uma versão “Pro” ou um simples incremento.

Entretanto, vimos ainda uma nova publicação no Twitter. Feita por uma página atenta a tudo o que envolve a Nintendo e a sua consola híbrida, volta a ser referida a revisão da Nintendo Switch para 2019.

A Nintendo Switch deverá continuar a utilizar um ecrã IPS LCD

Neste relato é referido, mais uma vez, o incremento da sua memória interna ou armazenamento. Em seguida, tocam também no tipo de ecrã utilizado, sugerindo apenas uma tecnologia que continue a gastar pouca energia.

Ainda assim, o cenário mais provável seria uma apresentação durante o segundo trimestre do ano. Já numa nota estritamente pessoal, considero que este seja o cenário mais provável.

A Nintendo teria assim mais tempo para continuar a desenvolver o seu hardware e, acima de tudo, a atual consola a ser procurada. Ao mesmo tempo, continuam também a chegar novos títulos para o modelo existente.

Em suma, é difícil refutar a existência de um novo modelo para 2019 apesar de ser impossível precisar os seus contornos.

curtir:
Mortal Kombat 11 promete ser o mais intenso e visceral videojogo da série

Mortal Kombat 11 promete ser o mais intenso e visceral videojogo da série

A Warner Bros. realizou o evento de apresentação oficial do novo jogo de combate da série, revelando detalhes e as primeiras personagens que fazem parte do elenco de “Kombatentes”.

É uma das séries de combate mais antigas, e igualmente das mais respeitadas. Mortal Kombat 11 é o terceiro jogo desde que a série fez um reboot, em 2011, introduzindo um formato narrativo envolvente para justificar os combates entre as personagens. A história do novo título apresentado dá um salto no tempo para trás, encaixando-se nos eventos imediatos a Mortal Kombat (correspondente ao nono capítulo).

Sem entrar em detalhes narrativos, de um modo geral, o criador da série, Ed Boon, explicou que pretende envolver personagens de uma linha temporal, a enfrentar versões mais novas de si mesmo, numa narrativa assente em viagens do tempo. Poderá compreender melhor a história no trailer cinematográfico em baixo.

Talvez a pergunta mais pertinente que qualquer fã poderia fazer é “qual o elenco de combatentes”? O jogo pretende reunir diversas personagens clássicas com a introdução de caras novas, aspeto que a NetherRealms se tem privado. Desde o seu reboot que prefere “recondicionar” as caras conhecidas, envelhecendo-as ou mudando alguns aspetos cosméticos. Mas desta vez há mesmo novos nomes.

As imagens divulgadas no evento davam conta de uma grelha com 25 molduras, sendo provavelmente este o número de personagens disponíveis no lançamento. Mais tarde serão certamente adicionados novos nomes, via DLC, como é habitual na série. No evento foram confirmados 12 nomes (pode ver na galeria alguns deles), sendo que como novidade estão listados Kronika e Geras. O vilão clássico Shao Kahn estará disponível exclusivamente para quem fizer a pré-reserva do jogo. Quanto a velhas caras conhecidas, conte com o regresso dos ninjas Scorpion e SubZero, assim como Raiden (os únicos que figuraram em todos os jogos da série), Sonya Blade, Baraka, Liu Kang, Skarlet, Shinnok e Kung Lao completm a lista inicial revelada.

O estúdio guardou uma surpresa interessante para os fãs. A famosa lutadora profissional de WWE, Ronda Rousey, que também já se estreou em Hollywood, será a voz de Sonya Blade, uma das personagens icónicas da série.

Um dos aspetos mais importantes dos últimos jogos de Mortal Kombat, e até da série Injustice também da NetherRealms, é o editor de personagens. Ao longo das partidas os jogadores recebem itens que podem ser equipados, tornando as personagens mais poderosas, tal como os sistemas dos jogos RPG. Por exemplo, as armas podem ter “slots” para encrustar gemas e aumentar as suas estatísticas de poder. Neste novo título o estúdio vai mais longe, aprofundando as personalizações, sobretudo ao nível cosmético, permitindo optar por máscaras, fatos, armas, mas também a cor de pele das personagens, as cinemáticas das intros, ecrãs de vitória e eventualmente as finalizações (Fatalities).

Relativamente aos combates, propriamente ditos, pelas demonstrações, a fórmula mantém-se semelhante ao introduzido no reboot de 2011. No entanto, há diferenças nas barras de poder, utilizados para ativar os golpes especiais X-Ray e o Breaker para interromper combos, que estão agora disponíveis em dois mostradores distintos. Ed Boon explica que se os jogadores bloquearem um ataque com um timing perfeito, podem fazer um contra-ataque poderoso.

Mortal Kombat 11 será lançado no dia 23 de abril no PC, PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch.

curtir:
Fortine tem mês recorde na App Store e Tim Sweeney já está mais rico do que a “concorrência”

Fortine tem mês recorde na App Store e Tim Sweeney já está mais rico do que a “concorrência”

O popular jogo conseguiu os melhores resultados de sempre para dispositivos iOS em dezembro último.

As previsões são da Sensor Tower e apontam para que o battle royalle tenha somado a bela quantia de 69 milhões de dólares no último mês de 2018. O valor está 16% acima do registado em julho, que com 59,3 milhões de dólares era o mês recorde até agora.

As estimativas apontam ainda para que as receitas totais na App Store em 2018 tenham atingido mais de 455 milhões de dólares, desde o lançamento em março. O número de novos downloads também tem crescido, com subidas de 59% mês a mês. As instalações em iOS deverão estar agora nos 82,6 milhões.

Com o sucesso que o título tem alcançado (que parece não querer parar), não é de estranhar que Tim Sweeney, seu principal mentor e fundador e CEO da produtora Epic Games tenha entrado para o Top500 dos multimilionários da Bloomberg. E entre a primeira metade: ocupa a posição 195.

A agência avalia o “portfolio” de Sweeney em 7,16 mil milhões de dólares, o que o coloca bem acima do “rival” (quase 3.000 milhões) Gabe Newell, da Valve, em 368º, ou ligeiramente acima de figuras conhecidas como o criador da franquia Star Wars, George Lucas, de Steven Spielberg ou de Giorgio Armani.

De qualquer forma, acrescente-se que ainda está longe de Mark Zuckerberg, Jeff Bezos ou Elon Musk…

De acordo com a Bloomberg, a maioria da fortuna de Sweeney vem da participação de 44,7% na Epic Games, avaliada em perto de 15 mil milhões de dólares. O sucesso do Fortnite é recente, mas a produtora de videojogos conta ccom quase 30 anos de existência, sendo conhecida sobretudo pelas séries Unreal Tournament e Gears of War, mas mais ainda pela sua “tecnologia de ponta”, o motor gráfico Unreal, que alimenta uma grande percentagem de videojogos.

curtir:
Ano novo, Jogos novos

Ano novo, Jogos novos

Existe o hábito de, no final de cada ano, fazer uma retrospectiva do que de melhor e de pior se passou no ano que termina. No PPLWare achámos que seria interessante fazer, também, o exercício inverso, ou seja, olhar para o que de melhor está na calha para o novo ano. 2019 promete e, por isso mesmo, deixamos-vos aqui, em duas partes, um apanhado daqueles que poderão ser os grandes jogos do ano que vai entrar, independentemente da plataforma.

Tentámos ser o mais correctos possível relativamente às datas de lançamento pelo que, sempre que possível será indicada a data confirmada para o lançamento do jogo. Caso não exista confirmação oficial da data, indicamos a data provável.

Vamos a isso?

Ano Novo, Jogos Novos! Esta é a primeira parte de uma compilação dos jogos mais entusiasmantes que se esperam para este ano que agora teve inicio. O ano passado não foi nada mau no que respeita a lançamentos de bons títulos mas… a avaliar pelas listas que abaixo indicamos… 2019 também promete vir a ser um ano muito bom.

Vamos lá ver então quais os jogos de 2019:

Ace Combat 7: Skies Unknown

Ace Combat foi uma série de sucesso na Playstation 2 e prepara-se para fazer a sua estreia nas consolas de nova geração. Poderemos experienciar toda a adrenalina de pilotar os mais modernos aviões de combate em combates aéreos intensos e desafiantes. Todos aqueles que possuem o PS VR terão ainda a oportunidade de, quase literalmente, entrar dentro do cockpit de um destes aviões e cumprir missões exclusivas.

Editado pela Bandai Namco, será lançado a 18 de Janeiro de 2019 para PC, PS4 e Xbox One.

Resident Evil 2

Após muitos pedidos feitos pelos fãs, eis que a Capcom resolveu aceder e, aproveitando o motor de Resident Evil 7: Biohazard, presenteia-nos com um remake de um dos grandes clássicos dos jogos de terror. Assim, iremos voltar a Racoon City e encarnar Leon Scott Kennedy e Claire Redfield enquanto estes lutam pela sobrevivência numa cidade povoada por zombies e assolada pela infecção do t-virus.

Editado pela Capcom¸ será lançado a 25 de Janeiro de 2018 para PS, PS4 e Xbox One.

Anthem

Depois de muitos adiamentos e de muitas controvérsias devidas, em grande parte, à polémica em torno das loot boxes, eis que Anthem vai, finalmente, ver a luz do dia. Ficaremos ansiosamente a aguardar para saber se, realmente, valeu a pena a espera.

Anthem foi desenvolvido pela Bioware e editado pela Eletronic Arts e será lançado em 22 de Fevereiro de 2019 para PC, PS4 e Xbox One.

Metro: Exodus

Por aquilo que nos é dado a ver, Metro: Exodus tem tudo para ser um grande jogo. Passado num mundo pós-apocalíptico, este jogo vem no seguimento de outros jogos da franquia que fizeram as delícias dos gamers. Mais um jogo que promete!

Editado pela Deep Silver, Metro: Exodus estará disponível para a Playstation 4, Xbox One e PC em 15 de Fevereiro de 2019.

Days Gone

Ao principio, Days Gone aparenta ser mais jogo jogo de zombies passado num cenário pós-apocaliptico. Mas com a sua componente de história, este jogo poderá ser um pouco mais do que isso. Pelo que nos é dado a ver pelos traliers de gameplay, este jogo tem um potêncial enorme! Mais um jogo que irá fazer as delicias dos fãs de shoot-em-up.

Editado pela Sony Interactive Entertainment, Days Gone é um exclusivo Playstation 4 que tem data de lançamento marcada para 26 de Abril de 2019.

Skull & Bones

Skull & Bones é um jogo que promete épicas batalhas marítimas entre galeões com os porões cheios de ouro e navios piratas. Ao bom estilo do épicos filmes de piratas, Skull & Bones promete acção frenética e aventuras cativantes.

Editado pela Ubisoft, Skull & Bones estará disponível para Playstation 4, XBox One e PC. Ainda sem data confirmada para o lançamento, parece quase certo que o jogo ficará disponível durante o ano de 2019.

Estes são apenas alguns dos jogos que estarão disponíveis em 2019. Muitos não mencionámos, muitos ainda virão. Mas estamos ansiosos pelo lançamento de todos eles.

Em baixo deixamos uma lista completa dos jogos que estão na calha para serem lançados durante o corrente ano assim como uma lista de jogos que ainda não têm data de lançamento confirmada. Mais uma vez, as datas indicadas são as datas originalmente indicadas para o lançamento dos jogos. Sempre que não haja uma data concreta, indicamos a altura do ano que nos foi comunicada como sendo a altura mais provável para o lançamento do jogo. Não é da responsabilidade do Pplware quais quer alterações às datas indicadas.

Jogos com datas confirmadas:

  • Pikuniku [PC, Nintendo Switch] – 7 de Janeiro de 2019
  • Mario & Luigi: Bowser’s Inside Story + Bowser Jr’s Journey [Nintendo 3DS] – 11 de Janeiro de 2019
  • New Super Mario Bros. U [Nintendo Switch] – 11 de Janeiro de 2019
  • Tales of Vesperia: Definitive Edition [PC, PS4, XB One, NintendoSwitch] – 11 de Janeiro de 2019
  • Onimusha: Warlords [PC, PS4, XB One, Nintendo Switch] – 15 de Janeiro de 2019
  • Hell Warders [PC, PS4, XB One] – 17 de Janeiro de 2019
  • Ace Combat 7: Skies Unknown [PS4, XB One] – 18 de Janeiro de 2019
  • Travis Strikes Again: No More Heroes [Nintendo Switch] – 18 de Janeiro de 2019
  • A Fisherman’s Tale [PSVR] – 22 de Janeiro de 2019
  • The Council – Complete Edition (US) [PS4, XB One] – 22 de Janeiro de 2019
  • At The Gates [PC] – 23 de Janeiro de 2019
  • Resident Evil 2 Remake [PC, PS4, XB One] – 25 de Janeiro de 2019
  • Tropico 6 [PC] – 25 de Janeiro de 2019
  • Genesis Alpha One [PC, PS4, XB One] – 29 de Janeiro de 2019
  • Kingdom Hearts 3 [PC, PS4, XB One] – 29 de Janeiro de 2019
  • Ace Combat 7: Skies Unknown [PC] – 1 de Fevereiro de 2019
  • Overkill’s The Walking Dead (US) [PS4, XB One] – 6 de Fevereiro de 2019
  • Ape Out [PC, Nintendo Switch] – 7 de Fevereiro de 2019
  • God Eater 3 [PC, PS4] – 8 de Fevereiro de 2019
  • Monster Energy Supercross – The Official Videogame 2 [PC, PS4, XB One, Nintendo Switch] – 8 de Fevereiro de 2019
  • Overkill’s The Walking Dead [PS4, XB One] – 8 de Fevereiro de 2019
  • Arcade Spirits [PC] – 12 de Fevereiro de 2019
  • Trials Rising [PC, PS4, XB One, Nintendo Switch] – 12 de Fevereiro de 2019
  • Crackdown 3 [PC, XB One] – 15 de Fevereiro de 2019
  • Dead or Alive 6 [PC, PS4, XB One] – 15 de Fevereiro de 2019
  • Far Cry New Dawn [PC, PS4, XB One] – 15 de Fevereiro de 2019
  • Jump Force [PC, PS4, XB One] – 15 de Fevereiro de 2019
  • Metro: Exodus [PC, PS4, XB One] – 15 de Fevereiro de 2019
  • Anthem [PC, PS4, XB One] – 22 de Fevereiro de 2019
  • Aragami: Shadow Edition [Nintendo Switch] – 22 de Fevereiro de 2019
  • Dirt Rally 2.0 [PC, PS4, XB One] – 26 de Fevereiro de 2019
  • NieR: Automata: Game of the YoHRa Edition [PC, PS4] – 26 de Fevereiro de 2019
  • Degrees of Separation [PC, PS4, XB One, Nintendo Switch] – Fevereiro de 2019
  • DreamWorks Dragons Dawn of New Riders [PC, PS4, XB One, Nintendo Switch] – Fevereiro de 2019
  • Tech Support : Error Unknown [PC] – Fevereiro de 2019
  • ToeJam & Earl: Back in the Groove [PC, PS4, XB One, Nintendo Switch] – 1 de Março de 2019
  • Left Alive [PC, PS4] – 5 de Março de 2019
  • Devil May Cry 5 [PC, PS4, XB One] – 8 de Março de 2019
  • The Division 2 [PC, PS4, XB One] – 15 de Março de 2019
  • One Piece World Seeker [PC, PS4, XB One] – 15 de Março de 2019
  • The Sinking City [PC, PS4, XB One] – 21 de Março de 2019
  • Sekiro: Shadows Die Twice [PC, PS4, XB One] – 22 de Março de 2019
  • Final Fantasy 15: Episode Ardyn DLC – Março de 2019
  • Mortal Kombat 11 [PC, PS4, XB One, Nintendo Switch] – April 23, 2019
  • Days Gone [PS4] – April 26, 2019
  • Bus Simulator [PS4, XB One] – Abril 2019
  • Rage 2 [PC, PS4, XB One] – 14 de Maio de 2019
  • Team Sonic Racing [PC, PS4, XB One, Nintendo Switch] – 21 de Maio de 2019
  • Crash Team Racing Nitro-Fueled [PS4, XB One, Nintendo Switch] – 21 de Junho de 2019
  • Shenmue 3 [PC, PS4] – 27 de Agosto de 2019

curtir:
Discord prepara o raid à emergente indústria dos jogos online

Discord prepara o raid à emergente indústria dos jogos online

Um pequeno passo para a empresa, um grande passo para o que poderá ser fim do monopólio da Steam na venda online de videojogos

O Discord anunciou a passagem à escala global da sua loja e a divisão de lucros de 10/90 para os desenvolvedores de jogos que utilizem as suas ferramentas e plataforma para distribuir as suas criações.

Quem já comprou jogos online, certamente já ouviu falar da Steam. Esta loja online da Valve tem lucrado com 30% de todos os conteúdos que desenvolvedores colocam à disposição na sua plataforma para gamers do mundo inteiro e conseguido manter o monopólio de um dos mercados que mais tem crescido nos últimos anos. Esta hegemonia, contudo, pode ter os dias contados.

Quando o Discord — aplicação estilo slack que permite criar grupos de conversação e chat por voz— entrou no jogo, em 2015, já o mercado de chats de voz para gamers era segmentado entre Teamspeak 3, Ventrilo, Mumble, Curse – entretanto adquirido pela plataforma de streaming Twitch -, Skype e mais uns quantos. Quase quatro anos depois, destronou os principais concorrentes, e assume-se como a principal aplicação para comunicar no mundo dos videojogos com, segundo a empresa, mais de 200 milhões de utilizadores.

É a partir desta base fortificada que a plataforma planeia agora o raid a um novo mercado, desta vez o das plataformas de desenvolvimento e distribuição de jogos de video, tendo anunciado a abertura da sua loja à escala global e a intenção de dar 90% dos lucros de cada título aos desenvolvedores já a partir de 2019.

Quem também entrou na Guild versus Guild, no início deste mês, foi a EpicGames. Popular pelo velhinho Unreal Tournament e fortalecida pelo recente sucesso de Fortnite, a editora decidiu investir na sua loja e dar 88% dos lucros aos developers, o que obrigou a Steam a alterar os parâmetros e passar a pagar 75% das receitas aos jogos que ultrapassem os €10 milhões e 80% quando o título alcança a barreira dos €50 milhões.
A indústria dos videojogos move cada vez mais multidões… E milhões. Os lucros, em 2018, ultrapassaram os €120 mil milhões, em que mais de €20 mil milhões dos quais dizem respeito à quota parte do mercado pelo qual Steam, Epic Games e Discord competem agora.”

curtir:
Fortnite tem cinco vezes mais utilizadores do que em janeiro: são 200 milhões agora

Fortnite tem cinco vezes mais utilizadores do que em janeiro: são 200 milhões agora

O fenômeno da Epic Games tem conquistado cada vez mais fãs: em janeiro estavam registados 40 milhões e, agora em novembro, há mais de 200 milhões, muitos dos quais utilizadores regulares.

A Epic anunciou que, em novembro, chegou aos 200 milhões de utilizadores registados. Embora alguns tenham sido utilizadores de uma única só vez ou pouco frequentes, muitos deles acedem ao jogo com regularidade. Recentemente, a editora anunciou ter conseguido ter mais de 8,3 milhões de jogadores em simultâneo.

O fenômeno está a tornar-se viral e conta com referências em locais tão díspares quanto a série The Big Bang Theory, no programa Saturday Night Live ou mesmo por jogadores de futebol. Este aumento de popularidade deve-se ainda à disponibilidade mais alargada: em abril, um lançamento mais alargado para iOS, em junho, a chegada à Switch, e nos últimos meses, a expansão alargada a mais dispositivos Android, lembra o Engadget.

A Epic pretende manter o interesse dos jogadores, como modos de tempo limitado, organização de torneios de e-sports com atrativos prémios monetários e outras iniciativas. O objetivo é manter o crescimento da base de utilizadores e “obrigar” os jogadores a jogarem mais frequentemente.

ecocarwashing

Seja Um Revendedor Ecocarwashing

   

curtir:
Dragon Age 2 e Never Alone chegam ao serviço Xbox Games With Gold em dezembro

Dragon Age 2 e Never Alone chegam ao serviço Xbox Games With Gold em dezembro

Foram revelados os jogos disponíveis gratuitamente para os assinantes do serviço de Xbox Live Gold para o mês natalício.

A Microsoft revelou os jogos disponíveis para o mês de dezembro, para os utilizadores com subscrição ativa do serviço Live Gold. O destaque vai para Dragon Age 2, o aclamado RPG da BioWare, disponível entre o dia 1 a 15 de dezembro, nas versões Xbox One e Xbox 360. O jogo transporta os jogadores para um mundo de fantasia medieval, com uma história envolvente e cheia de decisões para tomar, apostando ainda no desenvolvimento das relações entre as personagens. A este mundo “tolkiano” não faltam monstros arrepiantes e dragões para enfrentar.

Durante todo o mês natalício os utilizadores da Xbox One podem fazer o download de Qube 2, um jogo de puzzles que os jogadores devem resolver de forma a progredir na história. Irá assumir o papel da arqueóloga Amelia Cross, que se vê presa num mundo alienígena.

Never Alone também estará disponível na Xbox One, mas a partir do dia 15 de dezembro, estendendo-se até meados de janeiro. O jogo foi criado em parceria com nativos do Alasca, oferecendo um deslumbre da cultura tradicional do povo Inupiat, no Ártico. Neste título, a personagem principal é uma criança, acompanhado de um pequeno lobo branco, num formato de plataformas e resolução de puzzles.

Por fim, Mercenaries: Playground of Destruction é o quarto jogo de oferta e está disponível entre o dia 15 de dezembro até ao final do ano, na Xbox One e Xbox 360. Este explosivo jogo baseado em mundo aberto, permite criar um grupo de mercenários e executar missões diversificadas, recorrendo a um vasto arsenal e diversos veículos para controlar.

De recordar ainda que os membros com Live Gold têm ainda até o dia 15 de dezembro para fazer o download de Battlefield 1.

ecocarwashing

Seja Um Revendedor Ecocarwashing

   

curtir: