0
  Login
O Tamagotchi está de volta (outra vez), agora em modo “on”

O Tamagotchi está de volta (outra vez), agora em modo “on”

Começou a contagem decrescente para o regresso da popular mascote eletrónica do final da década dos anos 1990. A nova versão chama-se Tamagotchi On e quer conquistar uma nova geração de pequenos cuidadores.

Aqui há alguns anos teve direito a um modelo comemorativo das suas duas décadas de existência e também chegou a ganhar vida numa app. Agora parece estar de regresso numa nova versão adaptada aos tempos modernos.

O novo Tamagotchi On vai ter ecrã (a cores) LCD de 2,25 polegadas, sensor infravermelhos e ligação por Bluetooth, o que lhe permitirá comunicar com outros Tamagotchi e também com o smartphone, através de uma app.

A nova versão vai custar 59,99 dólares e tem chegada marcada ao mercado norte-americano para 28 de julho. No site da Bandai há um relógio em contagem decrescente.

Apesar do ecrã a cores no lugar do a preto e branco e da possibilidade de ligação ao telemóvel, os objetivos continuam a ser os mesmos: cuidar e dar atenção ao animal de estimação virtual – mas agora com recursos “pagos” que antes não existiam, em troca de algumas horas de “pet sitting”, por exemplo…

   

curtir:
Google quer mais segurança online e cria fundo europeu de 10 milhões de euros

Google quer mais segurança online e cria fundo europeu de 10 milhões de euros

A gigante tecnológica deseja combater o abuso das suas plataformas e manter os seus produtos mais seguros.

A pensar na segurança dos seus produtos e plataformas, a Google criou um fundo europeu no valor de 10 milhões de euros. O Fundo Google.org Impact Challenge on Safety irá apoiar as organizações sem fins lucrativos, universidades, instituições de investigação académica, organizações sociais com fins lucrativos de toda a Europa que estejam relacionadas com questões de segurança.

No comunicado, a empresa explica que as organizações podem ter como foco o combate ao ódio online, assim como o extremismo nas suas comunidades ou simplesmente ajudar os jovens a navegarem de forma segura online. A Google quer ser parceira dos especialistas em segurança no terreno, que trabalham para promover uma experiência online mais segura. A tecnológica afirma que existem grupos a precisar de recursos para ajudar a lidar com áreas onde a tecnologia acrescentou uma nova dimensão, como por exemplo, a educação.

A Google pretende proporcionar bolsas até um milhão de euros para candidatos selecionados em toda a Europa, sejam eles projetos online como offline. Durante o mês de maio a empresa vai percorrer diferentes países para conhecer as organizações e apoiar as candidaturas que acabam de abrir. Estas serão analisadas por um conselho de especialistas europeus em segurança e líderes na área.

   
curtir: