0
  Login
Atenção: há uma vulnerabilidade no Windows que dá acesso ao controlo do computador

Atenção: há uma vulnerabilidade no Windows que dá acesso ao controlo do computador

A Kaspersky identificou uma vulnerabilidade crítica no sistema operativo, que serve de backdoor aos hackers para assumirem o controlo das máquinas.

A especialista em segurança Kaspersky Lab identificou uma vulnerabilidade no Windows, em forma de backdoors, que permite aos hackers controlarem, de forma discreta, os dispositivos que desejam afetar. A empresa destaca que este tipo de malware é “extremamente perigoso”, pois pode afetar os computadores com programas maliciosos.

Embora afirme que este tipo de situações seja difícil de ocultar nas soluções de segurança, podem passar despercebidas por um backdoor, que se aproveita de um erro previamente desconhecido do sistema, como as vulnerabilidades zero day. A Kaspersky afirma que as soluções de segurança podem não proteger os utilizadores, por não saberem o que é ou se existe.

A Kaspersky utilizou tecnologia de prevenção para detetar a tentativa de abuso da vulnerabilidade, até aqui desconhecida, do Windows. Segundo explica, “uma vez que o arquivo malicioso .exe foi executado, começou a instalação do malware. A infeção utilizou uma vulnerabilidade zero day e conseguiu fazer-se com privilégios para permanecer dentro da equipa da vítima”. Depois, utilizando um marco de scripting chamado Windows PowerShell, um elemento legítimo do Windows presente em todas as máquinas que utilizam este sistema operativo, o malware executou um backdoor.

A partir daí, os hackers puderam atuar de forma silenciosa, evitando serem detetados. O malware, em continuação, descarregou outro backdoor a partir do conhecido serviço de armazenamento de texto, dando aos hackers o controlo total sobre o sistema infetado.

A Kaspersky afirma a Microsoft já foi informada da vulnerabilidade, no dia 10 de abril. Entre os exploits, encontram-se os seguintes, que deve verificar com as soluções de segurança do mercado, incluindo as da especialista:

  • HEUR:Exploit.Win32.Generic
  • HEUR:Trojan.Win32.Generic
  • PDM:Exploit.Win32.Generic

SOS GUINCHOS

 

curtir:
Philips tem um novo sensor para melhorar o sono e evitar que ressone

Philips tem um novo sensor para melhorar o sono e evitar que ressone

A marca está a fazer a mudança da saúde pessoal para saúde personalizada e tem uma série de novos produtos para anunciar em setembro, na IFA 2019. O Philips Snoring Relief é uma das novidades, que promete melhorar a qualidade do sono.

Nos últimos anos a Philips tem focado a sua atenção na área da saúde e está a trabalhar na área hospitalar e dos profissionais de saúde mas também na área pessoal, e este ano vai lançar na IFA 2019 vários produtos onde a inteligência artificial e a personalização da informação são aplicadas em áreas como a melhoria da qualidade do sono, apoio a grávidas e até aos cuidados com os dentes.

“A saúde está a passar de pessoal a personalizada […] o envelhecimento da população e o maior número de doenças crônicas fazem com que as pessoas queiram ter mais controle sobre a sua saúde e monitorização de dados importantes”, explicou Marlies Gebetsberger, responsável de Mercado da Philips Personal Heath DACH, durante a IFA Global Press Conference que decorre em Espanha. Esta é uma área onde a Philips quer liderar e por isso definiu como missão melhorar a vida de 3 milhões de pessoas até 2030, prevenindo os problemas de saúde antes de acontecerem, justifica.

O sono tem sido um dos focos da Philips que no ano passado apresentou na IFA um “capacete” para melhorar os padrões de sono, o SmartSleep Deep Sleep Headband, mas este ano há um equipamento mais simples, o SmartSleep Snoring Relief Band. Segundo a empresa, mais de 40% dos homens adultos, e 24% das mulheres, ressonam e isso tem um impacto negativo na qualidade do seu sono, assim como no resto da família.

A nova banda pode ser fixada à volta do peito e monitoriza a posição do utilizador durante o sono, prevendo e detetando quando vai mudar para estar deitado de costas (onde ressona mais) e promovendo que se deite de lado, com impulsos elétricos de vibração que a empresa garante que são “gentis”.

A ideia é não perturbar os hábitos de sono e garantir um bom descanso, mas n a melhor posição, e por isso o algoritmo vai aprender os padrões e o aparelho pode ser ajustado em termos de intensidade e de padrões.

Na área das aplicações a Philipa apresentou também uma nova app para grávidas, a Pregnancy + que pretende fornecer informação personalizada ao longo da gravidez, e que pode ser usada também pelo pai e pelos avós para acompanhar a evolução do bebé e fornecer aconselhamento e cuidados a ter.

A Philips está a trabalhar também na melhoria da informação sobre a área dentária e tem uma nova plataforma de aconselhamento sobre a forma de limpar os dentes, e a necessidade de cuidados médicos. A Philips Sonicare Teledentistry vai estar disponível na Europa e em breve vai começar um piloto na Europa. Há também uma nova escova de dentes, a Sonicare Expert Clean, com um chip RFID que pode dar informação adicional e indicar quando deve mudar a escova, adaptando também a vibração às necessidades do utilizador.

Dentro da área doméstica Marlies Gebetsberger prometeu também novidades na purificação do ar e nos robot de cozinha com a nova geração de Air purifier que limpa o ar de um espaço mais rapidamente e o Airfyer XXL que tem um sensor que ajusta automaticamente o tempo e a temperatura para cozinhar os alimentos.

SOS GUINCHOS

 

curtir: