0
  Login
Antivírus para Android não são eficazes

Antivírus para Android não são eficazes

Nove em cada dez aplicações de antivírus para o Android não são tão eficazes como alegam ser. O estudo da AV-Comparatives consistiu em colocar à prova 250 soluções “atirando-lhes” duas mil ameaças e ataques mais frequentemente encontradas em Android.

Os testes foram realizados num Nexus 5 com Android 6.01 e a conclusão é que apenas 23 conseguiram proteger a 100% contra todos os ataques e não levantar qualquer falso alarme. Entre estes nomes estão o Avast, Avira, AVG, Sophos, e Trend Mobile, noticia o Digital Trends.

Apenas 80 das 250 apps conseguiram detetar mais de 30% do malware de testes sem criar falsos alarmes. O grave é que as soluções de 138 criadores só foram capazes de bloquear menos 30% das ameaças ou levantaram bastantes alertas para ficheiros que seriam seguros. O estudo revela ainda que houve 16 apps que não foram migradas corretamente para Android 8, o que limita a sua capacidade de proteção.

Um dos alertas levantados pela equipa de investigadores é que alguns destes antivírus nem sequer têm capacidade de analisar o sistema do utilizador e limitam-se a cruzar o software instalado com uma black list para anunciar ter encontrado ou não ameaças.

A AV-Comparatives recomenda que se procurem apps de fontes bem conhecidas, verificadas e com reputação, não se devendo olhar para o número de downloads ou classificações de outros users, pois essas métricas podem ser adulteradas.

SOS GUINCHOS

 

curtir:
Xiaomi apresenta hoje novidades incluindo o “poderoso” Black Shark 2

Xiaomi apresenta hoje novidades incluindo o “poderoso” Black Shark 2

A fabricante chinesa vai fazer uma conferência em Beijing onde irá lançar o Redmi Note 7 Pro e a nova versão do seu smartphone gaming.

Vai decorrer hoje uma conferência da Xiaomi em Beijing, onde irão ser apresentados novos produtos tecnológicos da fabricante chinesa, entre eles o Redmi Note 7 e a sua versão Pro. No entanto, será também anunciado o novo modelo do seu smartphone gaming, o Black Shark 2, que tem sido alvo de leaks e rumores nas últimas semanas.

As expetativas são elevadas, visto o primeiro modelo ter sido listado durante muito tempo no topo das tabelas de benchmarking do AnTuTu. Já o modelo intermédio, o Black Shark Helo, deixou algo a desejar, mas a fabricante já tem o verdadeiro sucessor a caminho. Considerando os renders oficiais, o novo modelo parece ter um ecrã sem notch, revelando uma moldura bezel fina.

Salientando as suas funcionalidades gaming, o Blackshark 2 irá introduzir um acessório em forma de joystick, que encaixa no dispositivo de uma forma semelhante à Nintendo Switch, num sistema semelhante ao oferecido na versão Helo, refere o GizChina. O smartphone pretende melhorar o seu sistema de refrigeração, através do Liquid Cooling 3.0, assim como oferecer uma bateria com mais autonomia.

Tendo em conta que a Xiaomi costuma ser extravagante com os seus modelos gaming, o novo Black Shark poderá ter o mais recente processador Snapdragon 855 da Qualcomm, com um SoC de 7 nanómetros, numa arquitetura de oito núcleos, assim como uma gráfica alimentada pelo GPU Adreno 640.

SOS GUINCHOS.

  

 

curtir: