0
  Login
Atendimento de qualidade para seu cliente

Atendimento de qualidade para seu cliente

Usar a tecnologia e treinar os vendedores são dois passos cruciais; 86% dos consumidores pagariam mais para ter uma boa experiência de compra

Para se adaptar ao novo perfil do consumidor, muito mais informado e exigente, as empresas precisam se preparar. Um levantamento feito pela Cisco aponta que 89% dos compradores deixaram de comprar em determinados varejistas após passar por experiências ruins de atendimento. Para esse cliente – 86% deles – vale pagar mais para ter uma boa experiência de compra. Porém, 30% das empresas da área têm uma postura reativa à transformação digital. Mudar esse pensamento pode ser crucial para o negócio: investimentos mais eficientes em tecnologia poderiam movimentar mais de US$ 506 bilhões em todo o mundo.

Tratar consumidores como números se tornou uma estratégia perigosa, já que esse tipo de pensamento exclui a personalização e não antecipa necessidades, como explica Roberto Kanter, especialista em varejo, serviços e tecnologias. “Antigamente, durante a expansão dos negócios, as empresas optavam pelo ‘ou’: ou vendiam de uma forma ou de outra. Com o avanço das tecnologias, esse modelo de negócios se tornou inviável e a inclusão de canais de venda ganhou espaço”, diz.

Consultor de TI e negócios, exemplifica com uma questão simples, a troca de produtos. “Você ganha um presente no tamanho errado, vai até a loja para trocar e passa por uma experiência infernal. O vendedor o atende mal, pois acredita que você não comprará mais nada e, assim, ele não ganhará comissão”, diz. Em atendimentos pela internet, as experiências podem ser ainda piores. “Você tenta achar um telefone ou email para entrar em contato com o varejista, mas não acha. Preenche um formulário eletrônico, espera três dias e nada acontece”, completa Hajjar.

Cultura de excelência 

Dois passos são cruciais para aprimorar a assistência ao consumidor: a cultura organizacional e o estabelecimento de processos com o uso da tecnologia. De acordo Hajjar, a corporação deve genuinamente atender bem o seu cliente e passar essa mensagem para todos os colaboradores. “As empresas têm que treinar todos os funcionários para atender de maneira personalizada, sabendo as preferências de compra do consumidor e como ajudá-los”, diz. Segundo ele, é importante também que gestores acompanhem e monitorem os colaboradores, garantindo o bom atendimento e sabendo o que fazer em cada caso.

A partir disso, vem a tecnologia para automatizar processos e criar instrumentos para que a equipe exerça um trabalho satisfatório. Assim, dois passos devem ser priorizados na transformação digital da empresa, de acordo com Hajjar. O primeiro é integrar os sistemas e os dados. O segundo é usar a tecnologia para fornecer um excelente atendimento ao cliente em qualquer canal  (telefone, internet, email, chat etc). Segundo ele, esses canais devem estar integrados, em uma experiência omnichannel, conceito que integra lojas físicas, virtuais e o comprador, misturando os mais diferentes meios de compra em um único contato.

Com base nisso, a integração entre o CIO e todas as áreas da empresa é fundamental, principalmente com as áreas de marketing, vendas e atendimento.

ecocarwashing

Seja Um Revendedor Ecocarwashing

   

curtir:
Fortnite tem cinco vezes mais utilizadores do que em janeiro: são 200 milhões agora

Fortnite tem cinco vezes mais utilizadores do que em janeiro: são 200 milhões agora

O fenômeno da Epic Games tem conquistado cada vez mais fãs: em janeiro estavam registados 40 milhões e, agora em novembro, há mais de 200 milhões, muitos dos quais utilizadores regulares.

A Epic anunciou que, em novembro, chegou aos 200 milhões de utilizadores registados. Embora alguns tenham sido utilizadores de uma única só vez ou pouco frequentes, muitos deles acedem ao jogo com regularidade. Recentemente, a editora anunciou ter conseguido ter mais de 8,3 milhões de jogadores em simultâneo.

O fenômeno está a tornar-se viral e conta com referências em locais tão díspares quanto a série The Big Bang Theory, no programa Saturday Night Live ou mesmo por jogadores de futebol. Este aumento de popularidade deve-se ainda à disponibilidade mais alargada: em abril, um lançamento mais alargado para iOS, em junho, a chegada à Switch, e nos últimos meses, a expansão alargada a mais dispositivos Android, lembra o Engadget.

A Epic pretende manter o interesse dos jogadores, como modos de tempo limitado, organização de torneios de e-sports com atrativos prémios monetários e outras iniciativas. O objetivo é manter o crescimento da base de utilizadores e “obrigar” os jogadores a jogarem mais frequentemente.

ecocarwashing

Seja Um Revendedor Ecocarwashing

   

curtir:
Empresa brasileira de arbitragem de Bitcoin cria operação para impedir golpes

Empresa brasileira de arbitragem de Bitcoin cria operação para impedir golpes

A empresa AnubisTrade, especializada em arbitragem com criptomoedas, foi vítima de estelionatários no último mês. Os scammers utilizaram o nome da plataforma para dar golpes em clientes e potenciais clientes da empresa e o prejuízo totaliza cerca de R$20 mil.

O caso, que está sendo acompanhado pela 4ª Delegacia de Polícia especializada em Delitos praticados por Meios Eletrônicos, consiste em golpes de estelionato por meio de redes sociais, pelas quais os criminosos oferecem às pessoas serviços inexistentes com promessas de altos lucros.

Os estelionatários usavam o nome da empresa e de seus dirigentes e grande parte dos golpes ocorria via Telegram.

Matheus Grijó, CEO da AnubisTrade, disse que a empresa está dando todo o suporte jurídico as vítimas por meio de seu advogado Alexandre Bandarra e que há “um perito de rastreio em Blockchain que já auxilia a polícia em crimes deste tipo”. Mas por questão de segurança não revelou o nome desse profissional.

Bandarra, o advogado da plataforma, afirmou que o prejuízo contabilizado até agora foi algo em torno de 1,22 Bitcoin, o que poderia chegar a quase R$20 mil. Num dos casos, o cliente chegou a ter o prejuízo de 0,5 bitcoin.

Bandarra afirma que em relação a um caso específico, o scammer foi bastante inteligente, se passando poro Matheus Grijó, criando um Telegram e Messenger idênticos ao do empresário, e perguntando à vítima como estava funcionando a plataforma e se tinha alguma crítica.

Ladrões de bitcoin

Essa estratégia foi feita para conquistar a confiança da vítima. Bandarra afirma que a vítima nesse caso “tinha acabado de enviar um valor para conta dela” e comentou isso com o golpista que acabou pedindo “um print da confirmação e o e-mail cadastrado pois ele iria agilizar o depósito para entrar em operação o mais rápido possível”.

Depois de ter posse de todos os dados desse cliente, o estelionatário se passou por esse cliente e chegou a conversar com Grijó “informando que havia criado a conta, feito o depósito porém esse ainda não tinha caído”, afirma o advogado.

Nisso, diz Bandarra, que o próprio Grijó caiu no golpe e “confirmou que o depósito já havia sido identificado e enviou um print da confirmação do depósito para o scammer”.

“O criminoso então pegou esse print, enviou para a vítima para ganhar credibilidade, e posteriormente ofereceu um outro produto de maior rendimento e limitado. Mesma história dos prints. Nesse caso, como o scammer obteve dados que só nós teríamos acesso utilizando os dados da vítima, nós a ressarcimos”, disse.

Bandarra afirma que está montando um dossiê com todos os dados que possam auxiliar com a investigação e aconselha as vítimas a registrarem o “Boletim de ocorrência por estelionato, e nos envie o protocolo do BO para que possamos levar todos os dados junto com o dossiê até a delegacia de crimes cibernéticos”.  Até o momento apenas uma vítima levou o caso à polícia.

Para se prevenir

Por meio de nota, a empresa informou que ninguém da sua equipe “irá contatar você em suas redes sociais ou aplicativos de mensagens” e que todos os seus produtos “são oferecidos exclusivamente via plataforma oficial no endereço http://anubis.website”.

“Devido à grande quantidade de tentativas e golpes, a equipe Anubis retirou qualquer tipo de suporte ao usuário feito fora da plataforma. Assim, todas as dúvidas e dificuldades técnicas devem ser sanadas via canal oficial dentro da plataforma”.

A equipe da empresa de criptomoedas , na mesma nota, aconselha  aos investidores sempre desconfiar “de toda e qualquer oportunidade única de investimento” e que nunca envie valores para aqueles que “fizerem contato privado oferecendo este tipo de produto. Pois, quase a totalidade desses casos são golpes: crime de estelionato (art. 171 do Código Penal).”

ecocarwashing

Seja Um Revendedor Ecocarwashing

   

curtir: