0
  Login
App da Microsoft desafia-o a deixar de ser um espectador e a entrar na ação

App da Microsoft desafia-o a deixar de ser um espectador e a entrar na ação

A aplicação está orientada a uma participação mais ativa no streaming de jogos e personalização dos conteúdos.

A aplicação foi desenvolvida pela Microsoft e foi agora lançada a segunda temporada da comunidade de transmissão, com novidades que vão sendo introduzidas gradualmente. A ideia é que os utilizadores possam orientar as escolhas no jogo, colocando objetos e selecionando sons e outros elementos.

A Microsoft quer dar mais possibilidades aos utilizadores de se exprimirem, mas também de monetizarem a sua criatividade, e é à volta destes pilares que a comunidade foi desenhada. Com as Skills podem participar em chats e enviar stickers e Gifs, que ajudam os streamers a ganhar dinheiro. Ao assistirem a streams os utilizadores podem ganhar Sparks, e depois usá-los para adquirir mais Skills.

A app dá acesso a jogos como  Minecraft, a série Crowd Play da Telltale (Guardiões da Galáxia, Minecraft Story Mode Season 2, Batman e The Walking Dead), Killing Floor 2, Death’s Door, Hello Neighbor e ainda outros.

Em 2019 a Microsoft vai introduzir um sistema de progressão que vai refletir a evolução do estatuto dos membros e dos seu contributo financeiro. O sistema vai recompensar o envolvimento, com upgrades para os mais ativos.

A app está disponível para iOS e Android e é gratuita e tem uma versão com mais interatividade, a Mixer Create.

ecocarwashing

Seja Um Revendedor Ecocarwashing

   

curtir:
Huawei e Xiaomi são as únicas que “sobem” num mercado de smartphones que continua a cair

Huawei e Xiaomi são as únicas que “sobem” num mercado de smartphones que continua a cair

As vendas de smartphones voltaram a descer entre julho e setembro em todo o mundo. A Samsung foi quem mais caiu. A Apple “aguentou-se”.

De acordo com os dados preliminares da IDC, no terceiro trimestre de 2018 as fabricantes de smartphones enviaram para as lojas 355,2 milhões de dispositivos, num valor que revela uma descida de 6% face às unidades expedidas no mesmo período do ano passado.

A Samsung foi quem mais contribuiu para o número, mantendo a liderança do mercado, apesar de ter sido a fabricante que mais caiu face aos dados do terceiro trimestre de 2017 (-13,4%). Com 72,2 milhões de unidades em loja, a sul-coreana baixou de uma quota de mercado de 22,1% para os 20,3%, nas contas da IDC.

Pela positiva, a consultora destaca a Huawei, que assegurou novamente o lugar dois do pódio, no segundo trimestre consecutivo à frente da Apple.

A fabricante chinesa vendeu 52 milhões de unidades, numa subida anual de 32,9%, face aos 46,9 milhões da norte-americana, que comparam com os 46,7 milhões do terceiro trimestre de 2017. A primeira garantiu 14,6% de quota de mercado (ligeiramente abaixo dos valores do ano passado) que comparam com os 13,2% da marca da maçã.

Também a Xiaomi conseguiu resultados positivos, atingindo um novo máximo com 34,3 milhões de smartphones expedidos, valor que demonstra uma subida de 21,2% face a período homólogo. A fabricante chinesa tem agora 9,7% de quota de mercado.

ecocarwashing

Seja Um Revendedor Ecocarwashing

   

curtir: