0
  Login
Hackers pedem Bitcoin para apagar multas do sistema da Policia Rodoviária

Hackers pedem Bitcoin para apagar multas do sistema da Policia Rodoviária

O acesso ao sistema da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi negociado por R$ 200 em bitcoin supostamente através do serviço de mensagens Telegram, reportou o Tecmundo nesta quarta-feira (17).

Em posse de informações que dão acesso ao sistema da instituição, os invasores podem se conectar a dados sigilosos de qualquer veículo, como multas, veículos em pátio, boletins de ocorrências e até mesmo troca de emails entre os policiais, além de dados pessoais, revelou o site.

O login de acesso à plataforma, que é o Sistema Integrado de Consultas Operacionais (SICOP), foi negociado no mês passado por 0.008 BTC, cerca de R$ 200 nesta data, segundo a reportagem que citou fontes anônimas.

“É possível multar qualquer veículo do Brasil. Resumidamente, tudo que a Polícia Rodoviária Federal consegue fazer, você também consegue”, disse uma fonte anônima ao Tecmundo.

O SICOP armazena uma série de dados de diversos tipos de veículos, como placa, chassi, Renavam, entre outros. Quem tem acesso ao sistema pode facilmente conferir praticamente tudo relacionado a um determinado veículo, diz o site.

Acionada no primeiro dia de outubro pelo Tecmundo — que enviou arquivos para apreciação, a PRF disse que irá investigar o caso e retornou:

“[A PRF] preza pela transparência e lisura de seus servidores para atender sua missão institucional perante a sociedade. Portanto, averiguaremos as evidências para responsabilização de possíveis transgressões ou crimes”.

Isto se refere a ter acesso para preencher campos vazios com a placa, modelo, etc de um veículo e finalizar ‘aplicando’ uma multa, por exemplo, diz o site, que salientou que não há outro tipo de proteção extra de segurança para expedir multas, como uma autenticação em dois fatores (2FA), por exemplo.

E não para por aí. Tendo a plataforma ‘em mãos’, o invasor também pode, segundo o site, preencher uma tabela chamada ‘Cadastro de Ocorrência Policial’ e atribuir crimes a qualquer cidadão por meio de criação de um boletim de ocorrência, sem nenhum impedimento no login.

Vazamento ou phishing

Considerando que vai haver investigação por parte das autoridades, ainda não se sabe como os cibercriminosos obtiveram os logins de acesso, mas é possível que as informações tenham sido adquiridas por meio de vazamento ou phishing, afirmou o site.

No entanto, segundo a fonte anônima que cooperou com o Tecmundo, os logins foram obtidos por meio de e-commerce, redes sociais, bancos e sites que já foram invadidos, o que sugere que funcionários da instituição (PRF) utilizaram o e-mail corporativo para cadastro em sites.

“Quando um cibercriminoso coloca as mãos em uma lista de vazamento e encontra um login como esse da PRF, é que nem ouro”, disse a fonte anônima à reportagem.

ecocarwashing

Seja Um Revendedor Ecocarwashing

   

curtir:
Pesa 47 gramas e é do tamanho de um cartão bancário: este é smartphone mais leve e pequeno do mundo

Pesa 47 gramas e é do tamanho de um cartão bancário: este é smartphone mais leve e pequeno do mundo

A japonesa Docomo vai lançar no próximo mês aquele que considera ser o smartphone mais fino e leve do mundo, com funções limitadas, mas com tamanho semelhante ao de um cartão de crédito.

A empresa japonesa Docomo vai lançar no próximo mês aquilo que considera ser o smartphone mais fino e leve do mundo, com funções limitadas, mas com tamanho semelhante ao de um cartão de crédito.

A notícia foi divulgada esta quinta-feira, 18 de outubro, na comunicação japonesa, que afirma que o telefone pesa 47 gramas e tem dimensões semelhantes às de um retângulo de 9.1 por 5.5 centímetros e 5.3 milímetros de espessura.

“Tendo em conta que que os ecrãs dos smartphones estão a ficar cada vez maiores, muitas pessoas estão a pedir um telemóvel mais simples e mais fácil de transportar”, diz o presidente da NTT Docomo, Kazuhiro Yoshizawa.

A NTT Docomo, a primeira operadora de comunicações móvel no Japão, vai por à venda o aparelho no final de novembro, embora ainda não se saiba o preço.

A empresa garante que através do smartphone pode fazer ligações, enviar mensagens de texto e navegar web, mas não pode nem instalar as apps mais comuns nos smartphones atuais nem tirar fotografias, visto não integrar uma câmara.

ecocarwashing

Seja Um Revendedor Ecocarwashing

   

curtir:
5 alternativas gratuitas para juntar ou dividir PDFs

5 alternativas gratuitas para juntar ou dividir PDFs

Todos nós lidamos com documentos em PDF. Desde e-books, manuais, faturas ou extratos do banco, o mundo digital exigiu que se padronizasse um formato e o PDF tem cumprido bem a sua função.

No entanto, por questões de organização ou para vedar o acesso a determinado conteúdo, uma das tarefas mais recorrente é juntar vários documentos PDF num só, ou dividir documentos, muito útil para extrair apenas determinadas páginas. Conheça as nossas 5 sugestões gratuitas.

Há imensas opções que nos permitem manipular PDFs, umas mais práticas que outras, pagas ou gratuitas. Hoje escolhemos 5 alternativas gratuitas que permitem, entre outras coisas, juntar ou dividir PDFs.

PDFTK Builder

Esta é uma das ferramentas mais básicas a nível de interface gráfica e também das mais simples de utilizar.

Permite fazer apenas as operações elementares, que são mais procuradas pelo utilizador comum: juntar, dividir, colocar fundo, carimbo ou numeração, rodar ou proteger por palavra-passe.

É uma ferramenta totalmente gratuita, leve e adequada para ter sempre à mão no seu conjunto de aplicações SOS. Está disponível para Windows.

Hipdf

O Hipdf é uma solução muito completa e gratuita, não apenas para juntar e dividir PDFs, mas para fazer vários tipos de conversão. É capaz de converter, de e para PDF, suportando formatos Word, PowerPoint, Excel, txt, imagens e ePub. Basta abrir a página do Hipdf e escolher a operação, tendo em conta os formatos com que pretende trabalhar.

O melhor de tudo é que opode fazê-lo online, a partir do seu browser, sem a necessidade de instalar qualquer programa. E é claro, se não tiver acesso à Internet, também pode instalar a versão desktop.

PDFsam Basic

Um software livre e open source, o PDFsam Basic é uma ferramenta que, resumindo-se às mesmas funcionalidades elementares das anteriores, tem opções um pouco mais avançadas.

Dessas opções mais avançadas, permite adicionar um índice para o PDF gerado, tratar corretamente os AcroForms (PDFs com formulários) para que não hajam conflitos de nomes dos campos ao juntar vários PDFs, dividir PDFs por tamanho ou por marcadores, entre outras. Está disponível para Windows, Mac e Linux.

PDFsam basic

PDF-Shuffler

O PDF-Shuffler é uma aplicação simples, implementada em python-gtk, que permite reordenar páginas, remover, rodar, recortar… e claro, juntar e dividir PDFs.

É completamente gratuita e está disponível para Linux.

PDF-Shuffler


Debenu PDF Tools

Uma ferramenta produzida pela conhecida Foxit Software, o Debenu PDF Tools destaca-se pela rapidez no acesso às ações, conseguida pela integração no menu de contexto no Explorador do Windows. Isso permite desencadear operações diretamente a partir do Explorador do Windows, o que pode acelerar bastante o processo.

Permite editar diversos parâmetros do PDF, como título, autor, assunto,, entre outros, adicionar metadados, converter imagens, extrair texto, entre várias outras funcionalidades avançadas.

Debenu PDF Tools


Estas são algumas sugestões que permitem não só fazer as tarefas triviais de juntar e dividir PDFs, cada um à sua maneira, mas que também oferecem outras funcionalidades que podem ser do seu interesse.

ecocarwashing

Seja Um Revendedor Ecocarwashing

   

curtir: