0
  Login
Apple pode anunciar novos iPhones

Apple pode anunciar novos iPhones

Começou a ronda de “leaks” dos próximos modelos de iPhone, mas os nomes podem mudar, a confirmarem-se os boatos.

A próxima edição especial do iPhone deverá manter o “brand” SE, abreviatura de Special Edition, de acordo com o especialista de tecnologia Evan Blass, famoso por antecipar algumas novidades antes da sua revelação oficial. A informação foi colocada na sua conta do Twitter, Evleaks, com um pequeno quadro referindo apenas o nome de um projeto para 2018 designado como iPhone SE (2018).

A mensagem deixa antever a nova estratégia da Apple para rotular os novos modelos, ou versões melhoradas dos atuais, mantendo o nome original, acrescentando-lhe o ano de lançamento. Invés de um iPhone SE 2 ou iPhone X SE, poderá ser o nome do produto com o ano da geração. Recentemente, o iPad de 9.7 polegadas ganhou a designação de iPad (2018).

Segundo o jornalista Gordon Kelly da Forbes, igualmente especialista em “prever” os passos da Apple, o fabricante da maçã poderá estar a trabalhar em dois modelos “SE”. O referido iPhone SE (2018) que deverá substituir o modelo de baixa gama do catálogo, apresentando um ecrã de 4 polegadas, num design muito semelhante à versão anterior. Por outro lado, poderá ser lançado uma versão do iPhone X com um preço mais acessível (o equivalente ao iPhone X SE) com um ecrã de 6 polegadas.

À família poderão ainda juntar-se a segunda geração de iPhone X e o novo iPhone X Plus, previstos para o terceiro quarto do ano.

Existem várias vozes sobre os planos da Apple, que podem ser apenas manobras de distração da empresa. Gordon Kelly cita ainda um fabricante de ecrãs que afirma que a Apple está a testar três protótipos de vidro para o seu novo iPhone, embora todos partilhem as mesmas características.

 

curtir:
YouTube vai deixá-lo “fazer uma pausa”… da própria plataforma

YouTube vai deixá-lo “fazer uma pausa”… da própria plataforma

O serviço de vídeos apresentou uma nova ferramenta que pode ser muito útil para os utilizadores que se “perdem no tempo” a ver conteúdos.

Chama-se “Take a break” e o objetivo é mesmo esse: que os utilizadores façam uma pausa do YouTube e “desenvolvam o seu próprio sentido de bem-estar digital”, pode ler-se no site.

A ferramenta, anunciada no Google I/O 2018, vai permitir aos utilizadores definir limites de tempo de visualização, recebendo lembretes de pausa a cada 15, 30, 60, 90 ou 180 minutos. O utilizador pode “acatar as ordens” ou ignorar o aviso e continuar a assistir aos seus conteúdos.

A configuração é opcional e está desativada por padrão e vai estar disponível na próxima atualização da app do YouTube, a versão 13.17+. Para definir estas opções, o utilizador apenas tem que tocar no botão do perfil no canto superior direito do ecrã, selecionar as Configurações e, na parte superior do visor, vai aparecer o parâmetro”Lembre-me de fazer uma pausa”.

curtir: