0
  Login
O estranho asteroide em forma de caveira que vai voltar a passar perto da Terra em 2018

O estranho asteroide em forma de caveira que vai voltar a passar perto da Terra em 2018

Depois do asteroide Oumuamua, que tem um formato parecido com um charuto e que foi descoberto por cientistas em outubro, os astrônomos terão a oportunidade de estudar mais um corpo celeste enigmático que passará perto da Terra. Um pequeno asteroide que, ao girar em torno de seu eixo, mostra semelhança impressionante com uma caveira deve passar perto do nosso planeta novamente em 2018.

A última vez que o asteroide 2015 TB145 passou perto da Terra foi no fim de outubro de 2015, época em que muitos países comemoram o Dia das Bruxas. Por isso, os cientistas o apelidaram de “Asteroide do Halloween”.

Na época, ele estava a uma distância de aproximadamente 486 mil km – apenas 1,3 vezes a distância da Lua à Terra. A proximidade significava que o objeto estava mais iluminado. Por isso, cientistas europeus, americanos e latino-americanos apontaram seus instrumentos para o 2015 TB145.

Em algumas das imagens, o asteroide se assemelhava, em alguns ângulos, a um crânio humano por causa do seu relevo e das condições de iluminação.

O pesquisador Pablo Santos-Sanz, dos Instituto de Astrofísica da Andaluzia, também organizou campanhas de observação do asteroide para descobrir suas características.

Em novembro de 2018, o Asteroide do Halloween poderá ser observado mais uma vez. No entanto, ele passará a uma distância 105 vezes maior que a da Terra à Lua – o que ainda é próximo o suficiente para que seja possível estudá-lo.

Um encontro mais emocionante, segundo os pesquisadores, voltará a acontecer em 2088, quando o 2015 TB145 passará pela Terra a uma distância equivalente a 20 vezes a distância entre nosso planeta e o satélite.

Novas descobertas

O Asteroide do Halloween tem entre 625 a 700 metros de diâmetro, segundo o estudo publicado por Pablo Santos-Sanz e sua equipe no periódico Astronomy and Astrophysics.

Eles também descobriram o período de rotação do corpo celeste, o que seria a duração do seu “dia” – entre 2,94 horas e 4,78 horas, de acordo com a observação e os cálculos deles. E determinaram seu formato, uma elipse achatada, que reflete apenas entre 5% e 6% da luz do sol que a atinge.

“Isso significa que é um asteróide muito escuro, só um pouco mais reflexivo que o carvão”, disse Santos-Sanz em nota.

Atualmente, acredita-se que o Asteroide do Halloween pode ser um cometa extinto, que perdeu bastante água e outros componentes voláteis durante as voltas que deu ao redor do Sol.

Isso é semelhante ao que se considera a respeito do objeto interestelar Oumuamua, que causou surpresa por seu formato de “charuto” e também parece ser um tipo de cometa “disfarçado” de asteroide.

Em geral, asteroides e cometas são diferenciados por sua composição (os primeiros são mais rochosos e metálicos, e os últimos têm uma proporção maior de gelo e rochas) e pelo tipo de órbita ao redor do Sol. Mas nem sempre é fácil diferenciá-los com as observações que a distância permite fazer.

Agora, os pesquisadores aguardam que novembro de 2018 traga mais novidades sobre a natureza destes objetos.

“Apesar de essa passagem próxima não ser tão favorável, conseguiremos como obter novos dados que podem aumentar nosso conhecimento sobre a massa dele e outras que passam pelo planeta”, disse Pablo Santos-Cruz.

curtir:
Bitcoin Perde Dominância e Representa Apenas 38% do Mercado

Bitcoin Perde Dominância e Representa Apenas 38% do Mercado

O Bitcoin opera em queda neste sábado e chegou a ser negociado perto dos US$ 12 mil. Grande parte das criptomoedas estão em queda nas últimas 24 horas, com exceção da Ripple, Cardano e Stellar, que valorizam 21%, 35% e 12% respectivamente.

Além disso, a Ripple chegou a ultrapassar a marca de US$ 100 bilhões em valor de mercado na sua alta. A segunda da história a conseguir tal feito.

O forte crescimento de várias criptomoedas recentemente como Ripple, Ethereum, Cardano, Bitcoin Cash, IOTA, além das mais de 30 criptomoedas com valor de mercado superior a US$ 1 bilhão – no início do ano apenas o bitcoin tinha US$ 1 bilhão em valor de mercado – o bitcoin agora representa apenas 38% do mercado de criptomoedas.

Para deixa-los a par da situação atual, antes de 2017 o bitcoin poucas vezes teve menos de 80% do mercado, mantendo majoritariamente uma dominância de 90% ou mais. As coisas nesse ano mudaram um pouco e na metade de junho, essa dominância caiu para 36%, voltando a subir acima dos 60% nos meses seguintes porém voltou a cair recentemente e está abaixo dos 40% novamente.

Como é possível observar no gráfico do coinmarketcap, o bitcoin agora detêm apenas 37,9% do valor de mercado das criptomoedas, seguido por Ripple e Ethereum com 16% e 12% respectivamente.

Um dos aparentes motivos para isso é o fato do descontentamento de grande parte dos usuários em relação a atrasos na rede do bitcoin e às altas taxas. Para se ter ideia, a taxa média da rede nesses últimos dias estava acima dos R$ 100, inviabilizando pequenas transações e afastando os novatos que queriam apenas conhecer a tecnologia.

A consequência imediata disso é a procura por alternativas, e é ai que entram as altcoins (moedas alternativas). Novos usuários veem nelas a possibilidade de realizar transações baratas e mais rápidas do que o bitcoin. Junte isso ao fato de grande parte delas estarem tendo valorizações exorbitantes e veja uma migração em massa. Esse pode ser um dos fatores que estão levando ao crescimento de algumas altcoins e fazendo o bitcoin perder dominância no mercado.

Resta saber como o bitcoin fará para contornar tais problemas. A princípio, a Lightning Network irá se popularizar em 2018 e possibilitará usuários do bitcoin fazer transferências instantâneas e taxas super baixas.

curtir:
DESENVOLVIMENTO WEB

DESENVOLVIMENTO WEB

Serviços de Desenvolvimento Web

Vivemos em um mundo conectado e seu site é cada vez mais a parte influente da experiência da marca. Somos especialistas em todas as áreas do desenvolvimento web, desde o planejamento até a implantação e todo o resto. Nós não desenvolvemos apenas um site, criamos negócios on-line que o ajudam a ganhar mais vendas e a descobrir mais leads com nossas estratégias de marketing de entrada.

Para websites elegantes e eficazes que respondem ao ambiente de visualização exclusivo de cada usuário, venha  para Thecnosystem para ter seu site com  desenvolvimento web responsivos. Somos uma empresa de desenvolvimento web responsiva e muito mais. Quando você precisa de um site tão inteligente quanto sua empresa, você precisa de nós.

Você vê, os dispositivos e as plataformas estão mudando com tanta freqüência nos dias de hoje que fazer uma versão especial do seu site para todos os tipos de celular, tablet, laptop e navegador de PC é quase impossível. Felizmente, surgiu um método de design e desenvolvimento que nos permite construir sites que podem sentir como um usuário está se aproximando de um site e se adaptar às suas necessidades exclusivas.

Uma vez, você simplesmente teve que perder usuários que estavam usando dispositivos não suportados pelo seu site – ou eles tinham que se conformar com uma versão do seu site que transbordava suas telas e exigia uma rolagem estranha, dificultando a visualização de algumas informações e formando a submissão quase impossível.

Quando você tiver o seu site projetado ou redesenhado usando técnicas de desenvolvimento web responsivas , sua presença na Internet se ajustará ao tamanho da tela, à plataforma e orientação do dispositivo que os usuários do seu site estão usando. Isso ocorre porque o site foi projetado usando layouts flexíveis e elementos que podem ser ajustados. Já não é um novo design necessário para cada tipo de dispositivo. E não deve mais os clientes que estão usando certos dispositivos serem afastados ou deixados para se contentar com algo que não parece muito bom,  estamos ansiosos para trabalhar com você. Tenha um site responsivo.

 

Soluções de Comércio Eletrônico

 

Desenvolvemos lojas de comércio eletrônico, loja online usando as melhores ferramentas do mercado com várias opções  de personalização e formas de pagamento para seus clientes.

 

 

cmsTrabalhamos com sistemas de gerenciamento de conteúdo de código aberto (CMS) para permitir que você gerencie o conteúdo do site efetivamente de forma fácil e rápida

 

 

 

Intranets / Extranets

intranetNossa equipe desenvolve soluções personalizadas para desenvolvimento de Intranets e Extranet, integração de compartilhamento e gerenciamento de conteúdos privados de sua empresa.

 

 

 

Desenvolvimento de aplicativos móveis

mobileNossa empresa oferece de desenvolvimento de aplicativos móveis nativos para iPhones,  Todos os dispositivos Android.

 

 

 

Soluções de marketing por e-mail

emailCriamos modelos personalizados e campanhas de marketing personalizadas para o seu público que irão ganhar resultados.

 

 

 

Desenvolvimento de Aplicações Web

aplicativosFornecemos serviços de desenvolvimento de aplicações web em: PHP, Drupal, Python, JavaScript / jQuery e outras tecnologias modernas.

 

 

 

Nosso processo de desenvolvimento de site em 7 etapas

 

Somos profissionais do que fazemos e não novatos que organizam um site de boa aparência que não oferece nada para o cliente.

analiseAnálise do site

A informação se junta, identifica o propósito, as metas e o público-alvo dos sites.

 

 

 

planejamentoPlanejamento do site

Definindo a estrutura do site, sitemaps e tecnologia que usaremos.

 

Design do site

Criando uma excelente jornada do cliente através do design do site.

 

Conteúdo do site

Muitas vezes ignorado, as palavras certas, fotos ou vídeos para entrar no site

 

desenvolvimentoDesenvolvimento de sites

Codificando seu site usando HTML5, CSS3, jQuery, PHP e outras tecnologias

 

Teste do site

Testamos todos os aspectos do site para garantir que o Oeste cumpre seu objetivo.

 

Implantação do site

Após o lançamento do seu site, monitoramos o site para todos os erros e corrigimos

 

 

Fale conosco sobre o seu projeto

Deixe-nos ajudá-lo a obter o seu negócio on-line.

 

curtir:
A conta de luz dos brasileiros não terá cobrança de taxa-extra em janeiro

A conta de luz dos brasileiros não terá cobrança de taxa-extra em janeiro

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) informou nessa sexta-feira que a bandeira tarifária será verde no mês de janeiro, o que significa que não haverá cobrança de taxa-extra nas contas de luz. “O acionamento dessa cor indica condições favoráveis de geração hidrelétrica no Sistema Interligado Nacional. Mesmo com a bandeira verde é importante manter as ações relacionadas ao uso consciente e combate ao desperdício de energia elétrica”, informou a entidade em nota.

Nos últimos meses deste ano, devido ao baixo nível dos reservatórios das principais hidrelétricas do país e à falta de chuvas, a bandeira tarifária aplicou taxa adicional nas contas de luz. Isso ocorre para arrecadar recursos necessários para cobrir custos adicionais com a produção de energia mais cara, gerada por termelétricas.

A mudança da bandeira para verde agora significa, portanto, que as chuvas das últimas semanas ajudaram na recuperação dos reservatórios das hidrelétricas e que há uma expectativa de que essa melhora continue nos próximos meses.

Bandeira vermelha em dezembro

Neste mês, vigorou a bandeira tarifária vermelha em patamar 1, o que representa cobrança-extra de R$ 3 nas contas de luz a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos. Em novembro, a bandeira havia ficado na cor vermelha patamar 2, mais alta da escala criada pela agência para sinalizar o custo real da energia gerada. Na ocasião, a cobrança adicional para cada 100 kWh consumidos foi de R$ 5.

À época, a justificativa para o reajuste foi que a falta de chuvas e a situação delicada dos reservatórios das hidrelétricas vêm exigindo o uso maior de energia das termelétricas (usinas que geram eletricidade mais cara), mas o fundo formado pelos recursos das bandeiras tarifárias não vinha sendo suficiente para cobrir o custo extra do setor.

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado para sinalizar aos consumidores o custo da produção de energia no País. O objetivo é permitir que os consumidores adotem medidas de economia para evitar que suas contas de luz fiquem mais caras nos momentos em que esse custo está em alta.

Com os reservatórios das usinas hidrelétricas cada vez mais baixos, por causa da estiagem, o sistema elétrico depende cada vez mais de usinas térmicas, que geram energia mais cara pois funcionam por meio da queima de combustíveis. A cor verde indica que o custo é baixo. A amarela, que ele subiu um pouco. A vermelha, patamar 1, que está alto. E a vermelha, patamar 2, que está muito alto.

Retomada da economia

O consumo total de energia do País está em nível próximo ao registrado em 2014, e o setor industrial se questiona como a demanda deve se comportar em um ambiente de retomada da economia -e seu impacto na tarifa, já que a procura maior por energia a encarece.

A consultoria GV Energy, por exemplo, prevê que a tarifa média de energia suba ao redor de 12% no ano que vem, diante de um volume de chuvas que deve se situar entre 90% e 100% da média histórica até o fim de abril. Pedro Machado, diretor da GV Energy, diz que o viés é de alta se o crescimento econômico superar 2,6%.

A mediana dos economistas consultados pelo Boletim Focus, do BC (Banco Central), já espera alta de 2,7% para o PIB do ano que vem.

Edvaldo Santana, presidente da Abrace, associação dos grandes consumidores de energia, também se preocupa com o efeito de um possível aumento do consumo de energia sobre preços, em especial para a indústria. Os principais reservatórios no Nordeste e no Sudeste, ressalta Santana, estão nos níveis mais baixos da história.

Segundo ele, se chover próximo à média de longo prazo, o reajuste pode ficar mais perto de 20%. Para afastar esse cenário, seria preciso chover de 30% a 40% acima da média.

curtir:
O céu  e o inferno

O céu e o inferno

Qual o destino do homem após a morte física? Quais as causas do temor da morte? Existem o Céu e o Inferno? A antiga crença nos anjos e demônios merece crédito? Como procede a Justiça Divina? Estas e outras questões correlatas são devidamente esclarecidas, na Primeira Parte desta obra, à luz da lógica e dos ensinamentos dos Espíritos. Na Segunda Parte, intitulada Exemplos, Kardec registra numerosas comunicações de Espíritos – classificados por categorias, tais como: felizes, sofredores, arrependidos, endurecidos, suicidas – que exemplificam toda a teoria exposta anteriormente.

 

curtir:
Cuidado! Estão Tentando Roubar seus Bitcoins por SMS

Cuidado! Estão Tentando Roubar seus Bitcoins por SMS

Ontem a noite, enquanto eu jantava, minha mãe me chamou avisando que ela tinha recebido uma ”mensagem do bitcoin” (ela não entende nada sobre criptomoedas). Eu sem entender do que se tratava fui lá para ver o que era.

A mensagem era essa:

Na hora já é possível perceber que se trata de um golpe, principalmente pelo fato da minha mãe nunca ter feito nada relacionado ao Bitcoin.

Ao clicar no link, você é redirecionado para esse site (um site falso do Mercado Bitcoin):

Já é possível identificar o golpe apenas pelo link que não é do Mercado Bitcoin. Um claro caso de pishing. Para as pessoas menos atentas que acabam não percebendo isso e colocando seu CPF e senha, eles serão enviados ao golpista. Ao receber seus dados, os golpistas tentarão utiliza-los no site verdadeiro do mercado bitcoin e caso consigam entrar, podem roubar todos os seus bitcoins.

Portanto, tome muito cuidado. Como o bitcoin está crescendo muito, sempre terão pessoas tentando se aproveitar disso.

Para completar, eu recebi uma mensagem bastante parecida no meu celular hoje de manhã, poucos minutos atrás antes de escrever esse texto, veja:

Dessa vez eu não cliquei no link, mas provavelmente trata-se da mesma coisa.

Do mesmo jeito que estão usando o Mercado Bitcoin como cobaia, qualquer plataforma está sujeita a golpistas. Portanto, fique muito atento a isso.

 

curtir:
OLivro dos Médiuns

OLivro dos Médiuns

O Livro dos Médiuns, ou Guia dos Médiuns e dos Evocadores (em língua francesa Le Livre des Médiums), é um livro espírita francês. De autoria de Allan Kardec, foi publicado em Paris em janeiro de 1861. É uma das obras básicas do espiritismo.

Versa sobre o caráter experimental e investigativo da doutrina espírita, visto como ferramenta teórico-metodológica para se compreender uma “nova ordem de fenômenos”, até então jamais considerada pelo conhecimento científico: os fenômenos ditos espíritas ou mediúnicos, que teriam como causa a intervenção de espíritos na realidade física.

 

curtir:
Quando O Velho se Torna Novo

Quando O Velho se Torna Novo

Quando O Velho se Torna Novo

Em muitos itens, alguns de nós devem ter conseguido fechar as contas e ter cumprido direitinho o “dever de casa”. Já em outros, podem ter deixado a desejar.

São vários os casos que podemos citar como exemplos, a saber: o planejamento da viagem de férias, contemplando o inesquecível verão; a compra de um carro novo; a aprovação no vestibular; a conquista de um campeonato; fechar o ano com um bom saldo no bolso; assim por diante…

Bom! São tantos os exemplos. Entre sonhos realizados e pesadelos vividos, a decepção e o sucesso. Um ano “entre tapas e beijos”, mas com mais “beijos do que tapas” para muitos, talvez a maioria.

Os velhos sonhos que deixamos para realizá-los neste ano, são velhos que se tornaram novos diante de um novo planejamento e estabelecimento de novas metas. Se não realizados, continuarão os velhos se renovando anos após anos. Mas… sigamos a toada!

Não importa se neste ano não conseguimos realizar aquilo que desejávamos, que planejamos e que transformamos em metas.

Em nada adianta lamentarmos o passado e o nosso comodismo diante de situações que deveríamos ou não ter dado solução ou prosseguimento.

Agora, de uma coisa fiquemos todos nós sabendo de que algo importantíssimo é necessário que façamos já!

É transformarmos os velhos sonhos em novos sonhos, renovando a nossa maneira de encará-los e de planejarmos a sua realização para o novo ano que se chega.

É tirarmos proveito dos erros e dos acertos para prosseguirmos com mais segurança nas estradas do ano vindouro que, por certo, estarão repletas de obstáculos e desafios que exigirão de cada um de nós o empreendimento de esforços para a superação até mesmo de nós mesmos.

Que prossigamos com a sensação de felicidade em busca da felicidade que já se encontra dentro de nós, promovendo reflexões sobre a nossa intimidade, da nossa capacidade, das nossas facilidades e dificuldades.

Que possamos nos conhecer e nos reconhecer, transformando os velhos sonhos e em novas metas, adotando novas posturas de otimismo, sintonizando os pensamentos com as vibrações positivas da vida, porque o velho e o novo, na verdade, não estão nas coisas, mas em cada um de nós, no modo que pensamos e conduzimos a própria vida.

Abraço a todos e um feliz 2018, repleto de muita paz e alegria. E muito trabalho!

 

Autor: Yé Gonçalves

curtir:
O Evangelho Segundo o Espiritismo

O Evangelho Segundo o Espiritismo

O Evangelho Segundo o Espiritismo .Baseado em instruções de Espíritos Superiores, sempre registradas nos finais dos Capítulos, Kardec explica as máximas morais de Jesus, convidando-nos a vivenciá-las no nosso dia-a-dia. Expondo com clareza e simplicidade à razão e ao coração, é o livro de cabeceira de milhares e milhares de criaturas. A sua Introdução define o objetivo desta obra: abordar exclusivamente o ensinamento moral do Evangelho, pois esse código divino “é, acima de tudo, o caminho infalível da felicidade esperada”.

 

 

 

curtir:
A geração que pode viver menos que os pais porque não sabe comer.

A geração que pode viver menos que os pais porque não sabe comer.

Sentadas em roda a pedido da nutricionista Mariana Ravagnolli, oito crianças de menos de dois anos pegam o brócolis, amassam, põem na boca. A “arvorezinha”, assim como outras verduras e legumes, não era parte da rotina alimentar de muitas delas.

As crianças estão no Cren (Centro de Recuperação e Educação Nutricional) da Vila Jacuí, extremo Leste de São Paulo, para tratamento de desnutrição – elas simplesmente não vinham ingerindo nutrientes o bastante para se desenvolverem até de chegarem ali, seja por comerem pouco ou por comerem mal.

Karina, de um ano e oito meses, frequenta o local diariamente há um ano. Era um dos casos mais agudos. “Quando chegou aqui, ela mal se mexia no bebê conforto”, conta Mariana.

Hoje, com apenas seis quilos, a menina ainda é pequenina para sua idade – nessa mesma faixa etária, a maior parte das meninas pesa pelo menos 10,5 quilos, de acordo com a tabela de referência da OMS (Organização Mundial da Saúde). Mas agora Karina tem energia. Ela experimenta o brócolis e passeia pela sala, oferecendo-o aos amigos.

“Ela evoluiu muito em desenvolvimento. Até aparece de vez em quando com aqueles arranhões de quem cai enquanto brinca”, conta a nutricionista.
A “aula” de brócolis é uma das estratégias do Cren para educar o paladar dos cerca de 80 bebês, crianças e adolescentes atendidos no local, que é conveniado à prefeitura de São Paulo. Trata-se da oficina semanal de texturas e sabores, em que os menorzinhos podem cheirar, tatear e provar alimentos in natura que não costumavam estar no seu cardápio.

A ideia é justamente reduzir a resistência deles a comidas que, embora nutritivas, podem causar estranheza ao paladar.

Pelos corredores do Cren passeiam desde crianças muito franzinas, como Karina, até outras que estão claramente acima do peso, como Beatriz, que aos quatro anos já sofre com bullying na escola por conta da obesidade. Tanto Karina quanto Beatriz estão, segundo parâmetros médicos, desnutridas.
É o desafio do Brasil do século 21: a desnutrição é um mal causado tanto pela falta de comida na mesa quanto pela má alimentação, em uma época em que crianças estão desde cedo expostas a salgadinhos, produtos lácteos artificiais e açucarados, bolachas recheadas e outras guloseimas ultraprocessadas que são usadas como substitutas de alimentos – mas que não suprem necessidades nutricionais.

“Temos desde famílias desestruturadas, que não dão conta de cuidar das crianças como elas precisam ou não têm dinheiro para alimentos saudáveis, até famílias bem organizadas, mas sem informações, ou que moram ao lado de um mercadinho onde se vendem várias ‘besteiras’, mas precisam pegar um ônibus para chegar à feira para comprar verduras”, diz Mariana.

O resultado é que o Cren chega a atender casos em que as crianças sofrem, ao mesmo tempo, de anemia (carência de nutrientes essenciais como ferro e zinco) e de colesterol alto (causado, muitas vezes, pela ingestão excessiva de alimentos gordurosos).

Vulnerabilidade

Dados de 2016 do Ministério da Saúde indicam que 7% da população brasileira está desnutrida e 20% sofre de obesidade.

O esforço de décadas contra a desnutrição infantil fez com que o Brasil fosse elogiado pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 2010, quando foram apresentados dados compilados do período entre 1989 e 2006 (e que serão atualizados em pesquisa a ser publicada no ano que vem). Nesse período, caiu de 7,1% para 1,8% o percentual de crianças de até 5 anos com baixo peso para idade; e com baixa altura, de 19,6% para 6,8%.

É nessa idade, porém, que, se necessárias, as intervenções são cruciais.

A desnutrição na infância causa, além do aumento da mortalidade e da recorrência de doenças infecciosas, prejuízos que podem ter impacto na vida toda, como atrasos no desenvolvimento psicomotor, mau desempenho escolar e menor produtividade ao chegar à idade adulta.

A obesidade também tem efeitos duradouros: crianças acima do peso têm mais risco de desenvolver diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares, entre outros males.

No ritmo atual, calcula-se que o Brasil terá 11,3 milhões de crianças obesas até 2025 – é quase o tamanho da população da cidade de São Paulo.
“Pela primeira vez na história, as crianças têm uma expectativa de vida menor que a de seus pais por conta de uma alimentação inadequada”, afirma Mariana, referindo-se a estudos internacionais que preveem que a obesidade infantil possa criar uma geração de jovens adultos doentes.

Uma das formas de prevenir isso é, segundo especialistas, educar o paladar das crianças desde cedo.

“A alfabetização do paladar é uma das coisas mais importantes a se ensinar às crianças em seus primeiros três anos”, diz Maria Paula de Albuquerque, gerente médica do Cren.

“A introdução alimentar, quando os bebês completam seis meses, é uma janela de oportunidades e dificuldades.”

curtir: